Clínica Neurológica das Americas

Erro
  • JFTP::login: Unable to login
  • JFTP::write: Unable to use passive mode

Eletroneuromiografia

Eletroneuromiografia (ENMG) é o estudo funcional dos nervos e músculos, particularmente os da via motora, incluindo junção neuromuscular e sistema nervoso central ( primeira e segunda neurônio motor). É dividido tradicionalmente em duas etapas: o estudo da condução nervosa e a eletromiografia de agulha (EMG).

O estudo da condução nervosa é a primeira parte do estudo e consiste na aplicação de impulsos elétricos nos nervos periféricos com o objetivo de estimulá-los e produzir um potencial de ação. Este estudo permite avaliar a função do nervo seja motor ou sensitivo e da velocidade de condução. O número de choques elétricos depende da resposta individual, porém a intensidade é controlada e não produz lesão. Em seguida é realizada a avaliação com eletrodos de agulha ( EMG de agulha descartáveis) sendo colocadas agulhas nos músculos para avaliar sua atividade durante o repouso e na contração muscular moderada e completa. A sensação da picada depende fundamentalmente do nível de relaxamento do paciente, porém alguns músculos são mais dolorosos que outros. Apesar disto o exame é bem tolerado, realizado em condições de conforto e relaxamento e sempre é possível interrompe-lo se o paciente assim desejar.

Preparação:

Não precisa de preparação específica, não é necessário uso de sedativos nem de anestesia.

Observações importantes:

Pacientes em uso de antiagregante plaquetário ou de anticoagulante têm risco aumentado de hemorragia pelo que sempre tem que informar ao neurofisiologista. Marca-passos cardíacos não se constituem em contra-indicações formais para a realização dos exames eletrodiagnósticos se forem realizadas estimulações nos punhos e cotovelos, mas os estímulos aplicados no ponto de Erb para estudo do plexo braquial podem provocar inibição do marca-passo. Não se recomenda a realização de estudos de condução em pacientes com marca-passo cardíaco de correção externa. Pacientes com cateteres intracardíacos não devem receber estimulação elétrica. As principais indicações são lesões de nervos periféricos, radiculopatias, plexopatias, doenças do neurônio motor, transtornos da junção muscular e miopatias.

Rua Prof. João Doetzer, 700 - Jardim das Américas
CEP: 81540-190 - Curitiba | PR

Fones: (41) 3365-9960 | 3366-8736 | 30953692 / 87257173

Site Desenvolvido por:
logo-plex30